Gabrielle Bonheur Chanel

Gabrielle Bonheur Chanel adotou o nome Coco, no período de 1905 e 1908 que foi em um breve momento de sua vida, onde ela cantava em um café-concerto, chegando ao nome de Coco chanel.

Chanel nasceu em uma família pobre, mas depois conseguiu recursos para abrir sua primeira loja, uma chapelaria. Suas criações logo encantaram as pessoas, onde os negócios de Chanel se expandiram para o mundo da moda. E no ano de 1920, Chanel já era uma designer influente, ela fez uma mistura do vestuário feminino com o masculino e saias mais curtas, criando assim uma moda comportável, mas elegante.

Chanel libertou as mulheres de tudo aquilo que era incomodo como faixas, cintas, corpetes, saias amplas de vários babados e franzidos, e introduziu na alta costura os trajes de tecido xadrez, o jérsei de malha, para produzir vestidos amplos e práticos, para serem usados sem corpetes, trouxe também a moda escocesa, com blusas de malha fina e jaquetas curtas, casacos acinturados, cruzados na frente em estilo milita e causas boca-de-sino.

Chanel também trouxe para a noite vestidos em negro metálico, vermelho escarlate ou bege, e para a decoração ela trazia paetês e laços, enfeites que não impediam a mulher de se movimentar com rapidez.    

Os modelos de Chanel eram simples, e requintados e eram ao alcance de mulheres de bom gosto e que tinham poucos recursos.

 Em 1922, Chanel cria o famosíssimo perfume Chanel n° 5, que foi o perfume mais vendido no mundo. Foi com essa fragrância que os negócios de Chanel cresceram e o mesmo a tornou milionária.

 No inicio da segunda guerra mundial, em 1939, Chanel fechou suas lojas, alegando que não era tempo para a moda, e em 1945 foi para a suíça, voltando a Paris e a moda somente em 1954, foi quando a sua coleção não agradou os parisienses, mas arrancou suspiros dos americanos que se tornaram seus maiores compradores.

Coco Chanel morreu em Paris, no dia 10 de janeiro de 1971 aos 87 anos, em sua suíte particular no hotel Ritz.

Agora uma SURPRESINHA! Trouxe pra vocês um ensaio fotográfico que a Deborah Secco fez inspirada em Coco Chanel.

Ela ficou um arraso não é mesmo?

 

“moda é como a arquitetura, pura questão de proporções.”

(“Chanel”, de Marcel Haedrich, Editions Belfond, 1987, pág. 174)


Anúncios

Comente algo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s